Logo b Web Rocks Marketing Imobiliário

MARKETING IMOBILIÁRIO

bg

Construa Brasil: O projeto que vai incentivar e desburocratizar a Construção Civil.

A Secretaria Especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia (Sepec/ME), lançou no dia 26 de abril, o projeto “Construa Brasil”, que promete desburocratizar e facilitar os negócios do setor civil. 

A medida é resultado da celebração do Termo de Colaboração entre a Sepec e a Rede Catarinense de Inovação (Recepeti) e vai melhorar o ambiente de negócios do setor da Construção Civil, retirar barreiras atuais e incentivar as empresas a se modernizarem.

Desburocratização, Digitalização e Industrialização da Construção Civil

O projeto do governo é composto por 9 metas e 31 submetas, estruturadas em três pilares que são: 

Desburocratização: Com intuito de incentivar para que o setor continue contribuindo para o desenvolvimento do país, foram criadas metas como, as para   padronizar e simplificar os códigos de Obras e Edificações e as  para melhorar o processo de concessão de alvarás de construção.  

Digitalização:

A Construção precisa se digitalizar, para que consiga acompanhar as transformações tecnológicas e o BIM (Modelagem de Informação da Construção) é a porta de entrada. O BIM é um conjunto de tecnologias e processos integrados que permite a criação, utilização e atualização de modelos digitais de uma construção.  As metas do governo para disseminar a utilização da tecnologia, tem como intuito reduzir o desperdício e aumentar a produtividade e a transparência no setor.

Industrialização: 

Com a modernização das construções, existem metas que pretendem incentivar a coordenação modular e a industrialização do setor, de maneira acelerada. 

Entre os produtos desenvolvidos estão os Guias Orientativos de Boas Práticas para Código de Obras e Edificações e de Boas Práticas para Obtenção de Alvarás de Construção, além de cursos EAD de capacitação do Building Information Modeling (BIM) no Brasil.

O BIM aprimora práticas da Construção Civil. 

Pode ser usado durante todo o ciclo de vida da obra – desde a concepção do projeto até o acompanhamento e controle pós-obra –, além de ser viável na realização da gestão e manutenção de edificações e obras de infraestrutura.

A utilização do BIM aprimora muitas práticas do setor da Construção e traz diversos benefícios como a redução de erros de compatibilidade, otimização dos prazos, maior confiabilidade dos projetos, processos mais precisos de planejamento e controle, aumento de produtividade, diminuição de custos e riscos e economia dos recursos utilizados nas obras.

Acesse o site do projeto Construa Brasil,  e conheça todos os produtos derivados das metas estabelecidas

Fonte: Gov.br 

Compartilhe este conteúdo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin